Sentir

O QUE É O Fim de semana do encontro matrimonial?


O fim de semana (FDS) é um tempo de reflexão a dois, longe da agitação diária. Destinado a casais, sacerdotes e religioso(a)s que queiram assumir o compromisso de fortalecer o seu sonho de amor e o seu mais profundo desejo de felicidade.

A história mais importante das nossas vidas é a nossa história de amor.

o que se passa no fim de semana?


O FDS decorre num ambiente simples e acolhedor, respeitando sempre a identidade de cada casal.

A.Três casais e um sacerdote vão abordando temas essenciais sobre a relação, através de exemplos reais da sua vida.

B.Os temas são apresentados a todo o grupo através de técnicas de comunicação específicas.

C.Após cada apresentação, há um tempo livre de reflexão pessoal e de diálogo para o casal.

O que os casais precisam é de saber comunicar o seu mundo emocional.

Quais são os temas?


O FDS decorre num ambiente simples e acolhedor, respeitando sempre a identidade de cada casal.

  • Descobrir uma via para olhar o outro de forma positiva - Acolher
  • Reconhecer que a comunicação habitual é incompleta - Sentimentos
  • Descobrir que cada um tem qualidades que pode colocar ao serviço da sua vida de relação – Potencial relacional
  • Querer continuar a viver o romance em casal - Escolher amar para ser feliz.
  • Escutar para além de ouvir – Boa comunicação
  • Identificar as áreas de comunicação difícil – Áreas difíceis
  • Identificar as prioridades atuais e avaliar as escolhas - Prioridades
  • Descobrir que Deus tem um Plano para nós – Deus é amor
  • Reconhecer na relação de casal, um porto de abrigo, onde é possível viver a segurança e o desafio - O sonho inicial do casal, ser feliz
  • Perceber que se pode viver a confiança no amor do cônjuge - Amor incondicional
  • Descobrir que é possível curar as feridas do casal - Cura
  • Reconhecer que precisamos dos outros que vivem os mesmos valores que nós – Comunidade
  • Reconhecer que temos um papel importante na sociedade – Podemos contribuir para uma sociedade melhor e com mais amor
  • Celebrar o amor de forma diferente – Eucaristia.

 

O Encontro Matrimonial é considerado o primeiro programa criado para o enriquecimento da relação matrimonial.

Partilhas


CARLA+NELSON

“A experiência do diálogo em forma de partilha de sentimentos permite conhecermo-nos melhor e mostra-nos que o sofrimento da solidão é maior que a dor de remexer em assuntos mal resolvidos.”

CRISTINA+PAULO

“Este diálogo, íntimo e responsável, que procuramos fazer, sempre que possível, diariamente, tem-nos mostrado que quando nos abrimos um ao outro confiadamente, sem reservas nem calculismos, quando nos acolhemos e nos escutamos mutuamente, a energia que se liberta do nosso amor é um sinal vivo, fazendo-nos estar disponíveis um para o outro e para os outros e, sermos sinal de amor para todos os que tocam as nossas vidas, os filhos, os familiares, os amigos.”

SANDRA+JOAQUIM

“No FDS percebemos que, a Igreja é algo a que pertencemos e de que também somos responsáveis. Ao melhorarmos a nossa relação, contribuímos para melhorar também a nossa relação com a Igreja e com todo o povo de Deus.”

Partilhas


“ A falta de boa comunicação deixava-nos distantes um do outro, uma margem um silêncio gélido de quem guarda um mundo por dizer. Casados há pouco mais de seis meses, foi no FDS que encontramos os pilares que nos faltavam para construir as pontes para uma comunicação mais próxima. A falta de boa comunicação deixava-nos muitas vezes distantes um do outro... Numa margem um silêncio gélido de quem guarda um mundo por dizer e não sabe bem como; na outra margem, palavras muitas vezes lançadas como setas de incompreensão e na esperança de ter alguma reação do outro... Onde nunca faltou amor havia, e, por vezes ainda há, dificuldades em perceber e chegar um ao outro. No FDS e depois no Grupo de Caminhada em que participamos encontrámos as mesmas dificuldades e aprendemos novas formas de ultrapassar os muros que a falta de diálogo vai erguendo. O caminho a percorrer é longo e, por vezes, o cansaço da jornada faz-nos vacilar, mas a Fé no amor que nos une tem-nos sempre ajudado a criar as pontes necessárias para o reencontro. ”

Teresa e Miguel

Partilhas


“ Um casal com quem convivíamos há anos e que admirávamos pela forma como se entregavam um ao outro e ambos aos outros, uma noite bateram-nos à porta e interpelaram-nos: "sabemos que sóis um bom casal e queremos convidar-vos a que se inscrevam no próximo Fim De Semana de Encontro Matrimonial (FDS). Garantimos-vos que ficareis ainda um casal mais feliz. Sorrimos e voltamos a dizer o que já outras vezes disséramos: "Não é o tempo certo. Os miúdos são pequenos e estamos muito ocupados." Mas eles vinham imbuídos pelo Espírito de Deus e não se deixaram desanimar pela nossa resposta pouco encorajadora. Continuaram com muita paciência e muita persistência a garantir-nos que mesmo sedo um bom casal podíamos melhorar a nossa relação e contagiar de ternura outros casais. Questionámos: "Como poderemos ainda amar-nos mais e sermos inspiração para outros?" E lá nos foram passando o Espírito da aceitação enquanto nos diziam "Viver um FDS vai permitir o nascimento para uma vida nova com maior intensidade de amor na vossa relação de casal."
Hoje sabemos que assim é!
Além disso, como casal com as nossas atitudes e os nossos comportamentos encorajamos a ir em frente outros casais, que tal como nós querem solidificar a sua relação de amor. ”

Adelaide e Paulo

Partilhe este conteúdo: